Projetos financiados em preparação, em curso e concluídos

CYBERPARKS (em avaliação 2014-2016)

Fostering knowledge about the relationship between Information and Communication Technologies and Public Spaces supported by strategies to improve their use and attractiveness.

Presentation session on 9/9/2013 to Steering Commitee of Cost Action

Abstract: 
ICT is a driving force, media and tool which operates as a mediator between users and their virtual and real worlds. Relationship between ICT and public open spaces is not new but is growing at a rapid pace, becoming a challenge for ICT experts, spatial planners and social scientists. New technologies cause and enable innovative outdoor activities and by this confront spatial and social experts to use them in policies, methodologies, design and research to achieve responsive and inclusive urban places.
The Action deals with opportunities and risks ICT offer to the user, via the appreciation and design of open spaces. It exploits the benefits of interweaving a green experience with digital engagement via knowledge sharing, ideas, experiences and case studies of projects where the use of public space has been stimulated (or not) by the application of digital technologies.

Preferred COST Domain: Trans Domain Proposal

Carlos Smaniotto Costa,Universidade Lusófona Departamento de Urbanismo,PT
Ina Suklje Erjavec ,Urban Planning Institute of the Republic of Slovenia (UPIRS),SI
Barbara Golicnik Marusic,Urban Planning Institute of the Republic of Slovenia (UPIRS),SI
Natasa Vlado Bosnjakovic,Fellow d.o.o.,SI
Sue Thomas,De Montfort University Institute of Creative Technologies,UK
Martin Rieser,De Montfort University Institute of Creative Technologies,UK
Heidi Vandeboschs,University of Antwerp Dpt of Communication Studies,BE
Kai Dolata ,Urbikon - Berlin,DE
Catarina Katzer,I-Kiz Zentrum für Kinderschutz im Internet,DE
Astrid Hamm,City Branchings,DE
Coralie Grimand,Sofred - Innovations Territoriales,FR
Julie Delcroix,WWF Chargée de programme urbanisme et habitat durables,FR
Aiden Doherty,Centre for Sensor Web Technologies and School of Computing,IE
Alan Smeaton,Centre for Sensor Web Technologies and School of Computing,IE
Monica Bocci,Municipality of Senigallia,IT
Vera Boronenko ,University of Daugavpils Institute of Social Investigations,LV
Jacek Pyzalski,Jacek Pyzalski Institute of Occupational Medicine,PL
Michiel de Lange, Utrecht University Department of Media and Culture Studies,NL
Martijn de Waal,Amsterdam University Department of Media Studies,NL

 

Avaliação comparativa da formação e atuação profissional do urbanista no Brasil e em Portugal

Novembro de 2010 em curso

COORDENAÇÃO: Manuel Costa Lobo (Instituto Superior Técnico de Lisboa) e Mário Moutinho (Universidade Lusófona de Lisboa).Roberto Righi (Universidade Presbiteriana Mackenzie)

A complexidade e, em geral, o agravamento dos problemas das nossas cidades, ( qualidade de vida, acessibilidades, sustentabilidade ambiental, pobreza etc.) colocam novos desafios relativamente aos modelos de formação em Urbanismo, o reconhecimento dos seus profissionais, o lugar das universidades neste debate, a integração de destes países na União Europeia e no Mercosul.

Universidade Presbiteriana Mackenzie

Instituto Superior Técnico de Lisboa

Universidade Lusófona de Lisboa

Financiamento Universidade Presbiteriana Mackenzie

Pesquisador Líder: Roberto Righi

Professores Pesquisadores: Angélica A. Tanus Benatti Alvim, Gilda Collet Bruna, José Geraldo Simões Junior e Luiz Guilherme R. de Castro

Alunos Bolsistas: Caio Cesar Milan, Carla Macedo de Pádua, Lígia Alves de Oliveira, Nádia Galbiati Ramos e Nathalie Toneto Moretti

Alunos Voluntários: Alexandre Francisco Gil e Carlos Andrés Hernández Arriagada Pesquisadores Voluntários: Constance de Carvalho Correia Jacob Melo, Fernando José Silva e Nunes da Silva, Larissa Ferrer Branco, Manuel Leal da Costa Lobo, Maria Teresa Craveiro Pereira e Mario Caneva de Magalhães Moutinho

Órgão de Fomento: Fundo Mackenzie de Pesquisa - MACKPESQUISA

Resumo:

Este projeto de pesquisa tem a finalidade de desenvolver a organização e a análise crítica de uma base documental sistematizada, voltada à avaliação da formação e atuação recente do urbanista no Brasil e em Portugal. A abordagem envolve o estudo e avaliação de uma série de elementos e relações que constituem e caracterizam o problema e o objeto da pesquisa em questão, a saber:
 • A definição de urbanista é estabelecida como sendo aquele profissional formado e ou exerça a atividade no Brasil e ou Portugal;
• No Brasil a atividade profissional de urbanista é exercida praticamente por graduados em arquitetura e urbanismo, porém também possuem competência para tal os geógrafos e engenheiros civis, havendo também urbanistas formados na graduação específica em urbanismo pela Universidade Federal da Bahia;
• Em Portugal há cursos específicos para formação de urbanistas, de grande prestígio no exercício da profissão. Os arquitetos são admitidos na atividade profissional, devido a sua experiência profissional, bem como os engenheiros civis, porém há uma tendência pela maior participação do graduado em urbanismo;
• O recorte temporal recente, formado pelas últimas décadas do século XX e o início do XXI, é relacionado com o objeto de estudo, ou seja, a formação e atuação do urbanista contemporâneo no Brasil e em Portugal. Pode eventualmente abranger questões paradigmáticas e especiais de décadas anteriores, se necessário para explicitar a contemporaneidade;
• A delimitação territorial escolhida: o Brasil e Portugal; tem como conseqüência o uso da do CREA (do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia) e a APROURB (Associação Profissional dos Urbanistas Portugueses) como bases institucionais para efeito de consulta de cadastros de responsabilidade técnica, se necessária. A justificativa para o recorte é busca de um maior aprofundamento no universo de estudo, o que certamente não poderia ocorrer caso a pesquisa assumisse o âmbito internacional;
• O universo da pesquisa envolve o conjunto selecionado, representativo de instituições profissionais e de ensino com produção de planos e projetos e/ou reflexões críticas sobre a formação e o exercício profissional do urbanismo, publicadas nas três últimas décadas (1980 a 2009); em artigos nas principais revistas especializadas e livros; objeto de documentação, análise e crítica de profissionais reconhecidos pela comunidade profissional e/ou acadêmica através de concursos públicos, exposições regulares (como as bienais de arquitetura), comemorativas e/ou eventuais; citados nas principais publicações especializadas; ou, ainda, que tenham reconhecimento, quer por sua produção, quer por sua originalidade, quer por sua importância cultural.

 

LUDA Improving the quality of life in large urban distresses areas(2002-2006)

Projecto europeu (Key Action 4 "City of Tomorrow & Cultural Heritage” ) dedicado ao estudo e às estratégias para o desenvolvimento nas Grandes Ares Urbanas Degradadas. Indicadores urbanos, Instrumentos e estratégias.

www.luda-project.net

 

Rede de investigação:

IOER Leibniz Institute of Ecological and Regional Development Dresden, Coordenador

Centro de Estudos de SocioUrbanismo

DIT Dublin Institute of Technology,

SBE Napier University Edinburg,

SMASH Societé de Mathématique Apliquées Paris,

SUT Slovak University of Bratislava,

University of Salzburg,

UNIFITaeD Universitá degli Studi de Firenza,

USAL University of Salford

Municípios de Lisboa, Edimburgo, Florença, Dresden, Bratislava e Valenciennes

 

TECHNOLANGUE (2003-2007)

Projecto europeu de investigação (Interreg IIIB Medocc) que cobre o espaço do Mediterrâneo Ocidental  visando o estudo das linguagens e dos instrumentos de ordenamento do território, com maior incidência nas áreas portuárias, avaliando as políticas de OT e do desenvolvimento Urbano. Equaciona uma melhor gestão das políticas europeias relativas às questões de logística e dos serviços. Construção de SIG’s temáticos para apoio ao Ordenamento do território e do Desenvolvimento Urbano.

 

Rede de Investigação

Università degli Studi di Génova (Italie) Coordenador,

Associação dos Municípios do Distrito de Évora AMDE,

Centro de Estudos de SocioUrbanismo TERCUD Lisboa,

Dipartimento Pianificazione Territoriale e Urbanística Università di Roma (Italie);

Dipartimento di Ingegneria Biofisica ed Elettronica; (Italie);

Dipartimento XIX Sviluppo e Recupero delle Periferie, Comune di Roma (Italie)

Direzione Regionale Territorio e Urbanística, Regione Lazio (Italie)

Grupo de Investigacion Nuevas tecnologias a la Agricoltura y el Medio Ambiente Università di Cordoba(Espagna);

Gouvernorat de Siliana – Minister de Interieur et de Developpement locale republique Tunisienne (Tunisie)

Pianificazione Territoriale e Paesistica, Regione Liguria, (Italie),

Municipality of Athens (Grèce),

Unità di Progetto alle Reti infrastrutturali e allo sviluppo socio – economico Comune di Genova (Italie),

Università di Sfax – Ecole Nationale d’Ingénieurs de Sfax (Tunisine);

 

AL-ATLAS - Atlas interactivo do Alentejo, Algarve e Andaluzia (activo)

O projecto Al-atlas permitiu a criação de um Atlas interactivo que cobre a região Sul da Europa (Alentejo, Algarve e Andaluzia. Neste projecto foram integrados dados Urbanísticos, sociológicos, económicos, ambientais, infraestruturais, hidrográficos, administrativos e outros. O Atlas é permanentemente actualizado e está disponível na Internet.

Coordenação:

Joaquim Pinto da Costa

Nino Caldeira

http://mapas.ulusofona.pt/mapas.html

 

Parceria

Universidade de Córdoba Grupo de Investigacion Nuevas tecnologias a la Agricoltura y el Medio Ambiente

Associação de Municípios do Distrito de Évora

Centro de Estudos de SocioUrbanismo TERCUD Lisboa

 

IDENTERRA - identidade territorial no desenvolvimento regional e local: a região oeste de Portugal 2002-2007

FCT/SAPIENS POCTI/GEO/48266/2002
Investigador responsável:Doutor Zoran Roca

O projecto de IDENTERRA é uma tentativa de desenvolver um novo enquadramento conceptual e metodológico para o estudo de identidades territoriais no contexto da economia e da cultura globalizadas. O complexo e ambíguo conceito da identidade territorial será traduzido numa categoria analítica, equipada com métodos e instrumentos para a identificação, registo e avaliação de suas multifacetadas características. Isto deverá permitir o registo empírico das características físicas e humanas, tradicionais e emergentes, reais e percebidas da identidade e, ao mesmo tempo, dos interesses, conflitos e relações de poder entre os agentes de desenvolvimento locais e globais.

 

Parceiros nacionais

e-GEO - Centro de Estudos de Geografia e Planeamento Regional, Faculdade de Ciências Socais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa

ADRO - Agência para o Desenvolvimento da Região Oeste

ADEPE - Associação para o Desenvolvimento de Peniche

LEADEROESTE - Associação para o Desenvolvimento Rural do Oeste

Parceiros internacionais

PECSRL- The Permanent European Conference for The Study of the Rural Landscape

Eastern Norway Research Institute

 

Metro. Spaces - Improving urban spaces towards sustainability in metropolitan areas by collaborative approach (em reorganização)

 

Objectives:

1. To increase the understanding and knowledge how urban sprawl is affecting the spatial potentials for improving the quality of urban landscape and open spaces (and through this also the future quality of environment and life in metropolitan areas), and

2. To develop new practical approaches and tools for a more “successful interfering into” the urban sprawl; and this taking into account potentially synergies of economic, social, cultural, legal, political and environmental aspects.

Rede de Investigação

Centro de Estudos de Socio Urbanismo TERCUD Lisboa, (Coordenador) Portugal;

CESUR- Research Centre of Urban and Regional Systems Portugal;

CREAF- Centre for Ecological Research and Forestry Applications Spain ;

IREUS- University of Stuttgart, Institute of Spatial and Development Planning - Germany ;

IRS- Institute for Social Research Italy;

UB-DEHI- University of Barcelona, Department of Economic History and Institutions Spain;

UC-FAUG- Universidad de Concepción, Dep of Architecture, Urbanism and Geography Chile;

UFPR- Federal University of Paraná Brazil;

UL-IfG- University of Leipzig, Institute of Geography Germany ;

UNAM-DU- National Autonomous University of Mexico, Department of Urbanism Mexico;

UNC- National University of Córdoba, Habitat and Housing Research Institute Argentina;

UPB-LAUR- Pontifical Bolivariana University, Laboratory of urban studies Colombia;

UPIRS- Urban Planning Institute of the Republic of Slovenia Slovenia;

UT-DPRD/DE- University of Thessaly, Dep of Planning and Regional Development

AMVA- Metropolitan Area of the Aburrá Valley Colombia;

BR- Barcelona Regional Agency Spain;

COMEC- Coordination of the Metropolitan Region of Curitiba Brazil ;

COMETAH- Metropolitan Commission for Human Settlements Mexico;

DEPLA- Dep of Planning and Territorial Management, Regional Gov of Bio-Bio Region Chile;

OSPEPA- Organization for the Strategic Planning and the Environmental Protection of Athens Greece;

EDU- Urban Development Enterprise, Municipality of Medellín Colombia